A diferença entre o Colesterol Bom e o Colesterol Ruim

Categoria Sem categoria

O Que é Colesterol?

O colesterol é um tipo de gordura que está naturalmente presente no nosso corpo e é de extrema importância para que as nossas células corporais apresentem um bom funcionamento.

De maneira prática, existem dois tipos de colesterol: O HDL, comumente conhecido como colesterol bom, e o LDL, que é o colesterol ruim. Este último é prejudicial para o coração, se consumido em excesso.

LDL (o colesterol ruim) é a sigla de Low Density Lipoprotein, que em Português significa Lipoproteína de Baixa Densidade. Já o colesterol bom, HDL, vem de High Density Lipoprotein, ou Lipoproteína de Alta Densidade.

O acúmulo do colesterol ruim no nosso sangue aumenta os riscos de doenças cardíacas. O transporte do colesterol (tanto do HDL como do LDL) se dá através das proteínas. Lipoproteína é o nome que se dá entre a combinação de colesterol e proteína. Portanto, podemos dizer que tanto o HDL e o LDL não são apenas colesterol, como também lipoproteínas.

O Colesterol Bom e o Colesterol Ruim

Engana-se quem pensa que o consumo de colesterol é prejudicial à nossa saúde, uma vez que o nosso corpo necessita dele. Acontece que, pelo nosso senso comum e às vezes pela falta de informação, o colesterol é tido como um vilão presente na dieta de muita gente e que deve ser evitado a todo custo. Vamos explicar um pouco sobre os dois tipos de colesterol.

O consumo de colesterol bom (HDL) faz bem para o nosso coração e é importante para a saúde do nosso organismo. Essa lipoproteína (ou colesterol) “tira” o colesterol ruim das nossas artérias e a leva para o nosso fígado, onde será metabolizado pelo nosso organismo e eliminado. O colesterol bom ajuda na proteção do nosso organismo e na preservação da nossa saúde.

O colesterol ruim (LDL) é de baixa-densidade e faz mal para o nosso coração e saúde. Ele é o responsável pelo acúmulo de gordura no interior das artérias, pois faz exatamente o contrário do colesterol bom: A lipoproteína LDL tira o colesterol do nosso fígado e o carrega para os nossos tecidos.

As consequências desse acúmulo de gordura nas artérias são a diminuição do fluxo de sangue que vai para órgãos importantíssimos, como o cérebro e o coração, além do excesso de peso. As doenças e problemas de saúde devido ao colesterol ruim em grande quantidade no nosso organismo são inúmeras, como infarto, derrame, diabetes, doenças cardiovasculares, pressão alta e até tabagismo.

Colesterol e Saúde

Os níveis de colesterol bom e ruim no nosso corpo são variáveis de pessoa para pessoa. Um dos fatores para o aumento do colesterol bom ou ruim é a alimentação. Se você tem uma dieta que é rica em gorduras mas os alimentos que você costuma consumir têm colesterol bom, as chances de você acumular colesterol ruim nas artérias são menores, uma vez que o bom colesterol possui a capacidade de captar o colesterol ruim e levá-lo para o fígado.

Já uma pessoa que tem uma dieta pobre em colesterol bom tem mais chances de desenvolver doenças provenientes da grande quantidade de mal colesterol nas artérias. Se você consumir muita gordura saturada, por exemplo, haverá um maior depósito de colesterol ruim, o que pode aumentar a pressão do coração no trabalho de bombear o sangue, podendo levar aos inúmeros problemas de saúde e doenças, como o infarto.

Porém, há mais fatores além da alimentação que podem interferir nas quantidades de colesterol bom e ruim. Conheça alguns deles:

1- Exercícios Físicos: Praticar atividades físicas regularmente é essencial para um estilo de vida mais saudável. Ao se praticar exercícios físicos, os níveis de colesterol chegam a níveis saudáveis.

2- Hereditariedade: A hereditariedade também influencia no metabolismo de cada indivíduo. Se os antepassados da pessoa apresenta Hiperlipidemia Familiar ou Diabetes, por exemplo, as chances dessa pessoa desenvolver essas doenças ao longo da vida são mais altas.

3- Idade: O nosso metabolismo vai ficando mais lento com o passar dos anos, por isso é importante que o nosso estilo de vida seja saudável durante toda a vida, com uma dieta equilibrada, exercícios físicos, exames de rotina e uso de medicamentos para diminuir o colesterol, caso seja necessário.

Alimentação e Colesterol

Como falamos anteriormente, a sua dieta influencia drasticamente a sua saúde. A frase “você é o que você come” é real. Se você se alimentar muito com comidas processadas e frituras ricas em gordura saturada, as chances de você acumular placas de gordura nas artérias são altas.

Se você ter uma vida mais regrada, com uma dieta balanceada e uma reeducação alimentar, se necessário, e atividades físicas, o seu corpo terá maior facilidade em eliminar o colesterol ruim que está no seu organismo em excesso.

Existem muitos alimentos e substâncias que são fontes de bom colesterol e combatem o mal colesterol, ajudando o organismo a eliminá-lo. Inclua-os no seu dia-a-dia para ter uma dieta equilibrada e ganhar mais saúde:

Fibras e Grãos: As fibras são grandes aliadas da nossa saúde. Dentre os inúmeros benefícios que elas trazem, a redução do colesterol ruim no nosso sangue é uma delas. Grãos e castanhas, como aveia, linhaça e Castanha-do-Pará, quando consumidos regularmente, colaboram imensamente no controle do colesterol bom e ruim. A aveia, por exemplo, apresenta uma fibra solúvel em sua composição, cujo nome é Beta-glucana, responsável pela diminuição do LDL (colesterol ruim). Já a linhaça possui grande quantidade de Ômega 3, assim como os peixes. O Ômega 3 diminui a quantidade de colesterol ruim e mantém o nível de colesterol bom saudável. Castanhas, como a Castanha-do-Pará, desde que não consumidas em excesso, também contribuem para a nossa saúde. Os ácidos graxos da Castanha-do-Pará nos previne das doenças cardiovasculares, diminuindo as taxas de colesterol total na nossa corrente sanguínea – o que consequentemente aumenta os níveis do bom colesterol. As fibras do farelo de aveia, de grãos como ervilha e feijão e das frutas cítricas, como o abacaxi e a laranja, também reduzem o colesterol ruim. Inclua esses alimentos na sua dieta.

Peixes: Os peixes são uma excelente fonte de Ômega 3 – substância que ajuda no controle do colesterol. O salmão, a sardinha, o atum, o bacalhau e o linguado, por exemplo, são peixes ricos em Ômega 3. Prefira consumi-los assados e regados com azeite, ao invés de fritos ou cheios de condimentos artificiais.

Azeite: O azeite é um alimento rico, pois o seu colesterol é bom. O consumo de azeite extra virgem reduz os níveis do colesterol ruim, aumentando os níveis do bom colesterol. Isso faz com que as doenças cardíacas sejam prevenidas. Eis um exemplo de fonte de gordura que traz benefícios para a nossa saúde.
Frutas: O abacate é uma fruta rica em gordura monoinsaturada, que é uma substância antioxidante que bloqueia o colesterol ruim no nosso organismo. Já o morango apresenta propriedades em sua composição que auxiliam no combate aos radicais livres, melhorando o nosso sistema cardiovascular. Por fim, o suco de uva integral possui uma substância chamada resveratol, que é antioxidante e ajuda a diminuir o colesterol ruim. Prefira os sucos de uva sem açúcar e feitos com casca. Quanto mais naturais, melhores eles são.

Fitoesteróis: Os fitoesteróis são substâncias que apresentam certas semelhanças com o colesterol, com a diferença de que o nosso intestino as absorve menos do que o colesterol. Elas auxiliam no controle dos níveis do colesterol ruim e são encontradas em nozes e grãos, como o milho, o trigo, o feijão e a soja, além de frutas (como o abacate) e alguns legumes e verduras. Há também produtos industrializados que são enriquecidos com fitoesteróis, como o leite de vaca e alguns derivados, além de cremes vegetais (conhecidos como margarina). Entretanto, quanto mais você evitar o consume de produtos industrializados, melhor você estará fazendo para a sua saúde.

Valores do Colesterol

Tanto o colesterol bom (HDL) quanto o ruim (LDL) apresentam valores distintos que podem ser medidos. Essa medida é importante, pois através dela você sabe se seus níveis estão saudáveis, te auxiliando a ter uma vida mais saudável, evitando as possíveis doenças devido à quantidade de colesterol ruim e à falta do colesterol bom no organismo.

Para descobrir quais são os níveis de colesterol é fácil, basta um exame de sangue que você pode solicitar ao seu médico, ou ser realizado por um laboratório particular.

Os valores usados como referência para os níveis de colesterol bom e colesterol ruim são:

Colesterol bom (HDL): Valor acima de 60 mg/dl.

Colesterol ruim (LDL): Valor abaixo de 200 mg/dl. Para as pessoas com alto risco de sofrerem doença coronariana, o valor ideal do colesterol ruim é abaixo de 100 mg/dl.

Colesterol total: O valor saudável do colesterol total deve ser abaixo de 200 mg/dl.

Lembre-se que para você manter os níveis saudáveis de colesterol é preciso seguir uma dieta equilibrada, consumir o menos possível de gordura saturada e açúcar, além de embutidos e fast food. A prática de atividades físicas também é importante. Caso os seus níveis de colesterol continuem ruim, mesmo com essas práticas sendo tomadas, procure um profissional da área da saúde apto a indicar os medicamentos que o seu corpo necessita.

Comentários

comentários