Manter o Foco no Resultado Torna o Exercício Mais Fácil, Diz Estudo.

Categoria Exercícios

Fixe seus olhos na linha de chegada, e você poderá atravessá-la mais rápido. Concentrando-se em um alvo distante em vez de prestar a atenção no percurso pode fazer o exercício parecer mais fácil e ajudá-lo a se mover em um ritmo mais rápido, sugere um estudo da Universidade de Nova York publicado 25 de setembro na revista Motivação e Emoção.

Não são apenas os maratonistas que devem tentar esta estratégia. Na luta contra a obesidade, o exercício é muitas vezes ignorado, o foco na dieta muitas vezes atrapalha a queima de calorias. Mas se sabe que as pessoas obesas têm menos disposição a praticar exercícios do que pessoas com peso normal – e uma das razões pode ser que mover o peso corporal extra pode fazer as distâncias parecerem maiores, disse a autora do estudo Shana Cole, professora assistente de psicologia na Universidade de Rutgers. O resultado: A atividade física torna-se ainda mais assustadora.

“Quando aparece um obstáculo difícil de atravessar, pensar no prêmio pode fazer as pessoas pensarem: ‘Pô, o esforço que eu preciso colocar nessa atividade vale a pena!'”, disse Cole. Pensar: “Vou dar 5 voltas nesse lago” pode se tornar uma barreira mental, ao invés de pensar: “Vou para casa hoje com menos gordura abdominal“. A pesquisa sugere que quando uma tarefa parece especialmente difícil, nossos corpos desengatam fisicamente, reduzindo nossas chances de completá-la. E isso é verdade, independentemente do tamanho físico da pessoa, o que sugere que estamos todos sujeitos a desculpa de “o exercício é difícil”.

É por isso que os pesquisadores da NYU decidiram testar a teoria: Se nos concentrarmos em um alvo à distância, uma linha de chegada, por exemplo, então talvez essa meta vai parecer mais atingível. Em sua primeira experiência, eles tinham 66 pessoas do lado de fora em um dia de verão, a apenas 12 metros da um refrigerador aberto abastecido com bebidas frias. Metade do grupo foi orientado a treinar pensando no refrigerador, como se um holofote estivesse brilhando sobre ele. A outra metade foi direcionada a prestar atenção no parque ao qual estavam praticando os exercícios. Ao estimar a distância até o refrigerador, aqueles que foram convidados a pensar somente no refrigerador acharam que as bebidas geladas estavam mais próximas.

 

Athletic man long jumping

 

Para determinar se esse mesmo efeito ocorre durante o exercício, os pesquisadores pediram a 73 pessoas que completassem um “teste de caminhada ponderada”, amarrando em seus tornozelos alguns pesos. Assim como o primeiro experimento, as pessoas que se concentraram no alvo – neste caso, um cone de tráfego de cores vivas – acharam que a chegada parecia mais perto do que aqueles que foram instruídos a prestarem a atenção no ambiente/parque.

É um truque visual simples: Ao se concentrar em um único objeto, você elimina os estímulos periféricos ao seu redor, que normalmente dependem para medir distâncias. Como resultado, “reduz nossas sugestões de profundidade”, disse Cole. “Os cientistas de visão tem mostrado que isto muda a nossa forma de perceber distâncias.

Essa mudança simples no foco visual pode levar a um grande aumento na motivação. “A distância real em si nunca é alterada”, apontou Cole. “Então, o que está mudando? Vendo o seu objetivo como ao alcance faz você sentir que pode atingi-lo. E isso é realmente poderoso.

Cole suspeita que este truque iria trabalhar com qualquer tipo de exercício no qual você pode treinar seus olhos no horizonte, como correr, andar de bicicleta ou remar. Se você estiver em uma corrida, tente se concentrar na linha de chegada. Ou, se você está correndo em um lago, por exemplo, foque nas marcações de quilometragem do percurso. Você pode focar em submetas, assim que completar a primeira, foque na próxima, e depois na próxima. Assim por diante…

Comentários

comentários