Técnicas Para Sentir Menos Fome

Categoria Dietas

Meta de muitas pessoas, o de forma saudável não é impossível de se realizar, desde que haja disciplina, e principalmente consciência. Mesmo assim, a fome sempre surge, e muitas vezes de forma intensa. Afinal, quem nunca comeu suficientemente bem e, poucas horas depois, sentiu aquela vontade de atacar o armário ou a geladeira?

São diversos os fatores responsáveis pela constante sensação de fome como, por exemplo, o consumo de alimentos que apresentam um baixo teor nutritivo, bem como problemas ocultos de , ou até mesmo a fome emocional, muitas vezes gerada pela ansiedade ou pelo tédio. Prestar atenção à é fundamental para a boa saúde, mesmo sem que exista o intuito de se emagrecer. Felizmente há técnicas para sentir menos fome que a pessoa pode fazer uso, possibilitando assim uma vida mais saudável. A seguir, confira truques que ajudam a driblar a fome.

Priorize os alimentos corretos: uma alimentação equilibrada é fundamental para a saúde, pois ela garante a ingestão de nutrientes que são fundamentais para o bom funcionamento do organismo, bem como para a redução da fome. Todos o itens dos grupos alimentares devem ser priorizados, especialmente os vegetais, frutas, cereais integrais e proteínas magra, assim como o consumo moderado de gorduras e óleos saudáveis. No café da manhã, por exemplo, experimente consumir em flocos, uma porção de fruta fresca e um pouco de queijo magro. Já no almoço, experimente consumir alimentos integrais e fontes de fibra, como saladas de folhas escuras e grãos integrais, bem como fontes magras de proteína. No lanche da tarde, opte por uma fatia de pão integral com um pouco de peito de peru e queijo magro, ou uma porção de fruta com iogurte, por exemplo. No jantar, priorize os alimentos mais leves, como um peixe grelhado, grãos integrais e legumes refogados, como brócolis e cenoura.

Consuma alimentos com volume: alimentos que apresentam grandes quantidades de água ou ar têm mais volume e contribuem para uma maior saciedade, proporcionando a sensação de que você ingeriu uma quantidade maior de alimentos, algo muito positivo para aqueles que sentem muita fome. São alimentos volumosos, por exemplo, as sopas, os legumes, os vegetais, as frutas frescas, a pipoca e os grãos integrais.

Consuma salada antes das refeições: comer salada antes das principais refeições contribui para a redução da fome. Muitos vegetais, como o alface, possuem alto teor de água, o que ajuda a satisfazer de maneira mais rápida a fome após as refeições. Existem diversas opções de saladas saborosas, especialmente quando temperadas com azeite e . Experimente acrescentar variedades de vegetais, como folhas diversas, tomates-cereja e palmito. Usar a criatividade também é bastante válido para tornar a salada um prato mais atraente, como acrescentar molhos light e ingredientes como frutas, como a manga e o morango.

excesso-de-fome

Consuma lanches saudáveis: lanches nutritivos são uma excelente opção de se matar a fome de maneira saudável, especialmente aqueles que são fontes de fibra, como as nozes e diversas opções de frutas e pães. As gorduras e proteínas de muitos alimentos, como as nozes, são facilmente digeridas pelo nosso organismo, um fator muito positivo, já que elas proporcionam maior quantidade de energia se comparadas aos alimentos ricos em açúcar.

Beba água: beber água ajuda a diminuir a fome, ou pelo menos é o que alguns especialistas garantem. Ingerir bastante água antes das principais refeições contribui para uma maior sensação de saciedade, levando assim a comer menos. A água natural às vezes pode ser substituída pela água gaseificada. Consumir chá verde também é uma boa opção para aqueles que estão cansados de beber água, já que ele é um poderoso antioxidante que contribui para a .

Evite os alimentos pobres: alimentos processados são riscos em sódio, e açúcar, fazendo com que você sinta mais fome após consumi-los, além de muitas vezes levarem à gula, uma vez que eles estimulam o paladar, fazendo com que a pessoa coma excessivamente. Os alimentos que são ricos em gorduras levam o cérebro a sofrer uma reação química sinalizando que você está com fome, mesmo que tenha consumido quantidades suficientes de alimentos. Além disso, os produtos processados reduzem os nutrientes da alimentação. Uma vez que o nosso corpo necessita ingerir grandes quantidades de nutrientes, os alimentos processados fazem com que o cérebro receba o sinal de fome, mesmo que a gente tenha consumido uma refeição bastante calórica. Alimentos com muito sódio ainda provocam vontade de comer doces, e a consequência disso é um consumo excessivo de açúcar, o que contribui para o ganho de peso.

compulsão-alimentar

Diferencia a fome física da fome emocional: muitas vezes a fome emocional nos engana, fazendo com que a gente acredite que nosso corpo está com fome de verdade. Portanto, é fundamental que saibamos diferenciar a fome física da fome emocional, possibilitando escolhas saudáveis na alimentação. Enquanto a fome física aumenta de maneira gradual, a fome emocional costuma aparecer de forma imediata e repentina. Outra característica da fome física é que ela não se relaciona a nenhum alimento específico, enquanto a principal característica da fome emocional é o intenso desejo por um determinado prato ou alimento. Enquanto a fome física existe devido a real necessidade de alimentar o nosso corpo, a fome emocional pode desencadear devido ao tédio, ao stress e à ansiedade. Portanto, procurar realizar atividades é uma ótima maneira de driblar a gula, e é uma das principais técnicas para sentir menos fome.

Consuma quantidades moderadas: apesar de muitas vezes a vontade de comer surge de maneira forte, não há nenhum problema em consumir determinados alimentos, desde que em quantidade moderada. A fome emocional é normal, já que obviamente é muito prazeroso se alimentar, especialmente quando estamos falando de alimentos deliciosos e, geralmente, pouco nutritivos. Saboreie os alimentos de forma lenta e consuma porções razoáveis. Os lanches, petiscos, guloseimas e doces não precisam ser evitados a todo custo, e sim apreciados de maneira saudável. Determinados alimentos ainda são capazes de substituir outros, como, por exemplo, as nozes salgadas, que são um ótimo substituto da frita. A salada de frutas também pode, por exemplo, substituir algumas sobremesas.

fome

Atente-se aos transtornos alimentares: a fome intensa e a toda hora às vezes também pode ser um sinal de que o nosso corpo não está recebendo quantidades suficientes de alimentos, e muitas vezes isso é o indicativo de sérios problemas de saúde, como bulimia e anorexia. Entretanto, não há motivos para entrar em desespero. Redução rápida do peso corpora, dificuldade para se alimentar e forçar o vômito são sintomas comuns de distúrbios de alimentação. Neste caso, procure orientação médica.

Comentários

comentários