Dieta masculina

Antes das dicas, é importante esclarecer que não há alimentos ou produtos milagrosos para perda de peso, o que há de fato é uma combinação de alimentos e hábitos que favorecem o emagrecimento.
Neste post, você vai conferir alguns destes alimentos e outras dicas que vão te ajudar no processo de emagrecimento, em especial na eliminação da gordura localizada na barriga.

1º O que deixar de fazer?

– Evitar o consumo de alimentos com altos níveis de açúcar (com alto nível glicêmico).

Por quê? Alimentos ricos em açúcar propiciam a liberação de grandes quantidades de insulina (hormônio responsável por manter o controle sobre níveis glicêmicos). Quando a glicose se encontra em quantidade excedente, a insulina promove o seu armazenamento no denominado tecido adiposo (formado por células e localizado abaixo da pele, este tecido acumula gorduras).
Acontece que, para piorar a situação, as células do tecido adiposo da região da barriga são mais propensas ao acúmulo de gordura, por isso, o açúcar é tão prejudicial para quem deseja reduzir a gordura deste local.

Importante! A glicose não está presente apenas em alimentos doces, ela pode fazer parte de outros produtos, tanto industrializados quanto naturais. Muitas frutas inclusive, apresentam altos níveis deste carboidrato. O amido, inclusive, quando ingerido, apresenta a mesma função e consequência da glicose. Por isso, antes de consumir quaisquer alimentos, informe-se a respeito de sua tabela nutricional.

– Evitar alimentos com muito sódio (sal)

Por quê? Além de ser extremamente prejudicial para a saúde das artérias – um vez que aumenta o volume de sangue que corre por elas, elevando a pressão arterial – o excesso de sódio no organismo pode favorecer quadros de retenção de líquidos, ou inchaços pelo corpo.

A retenção de líquidos no organismo pode ainda trazer quadros de intoxicação – em virtude do acúmulo de substâncias desnecessárias para o organismo.

O sódio não está presente somente em alimentos salgados, dependendo da combinação de substâncias, este elemento não apresenta sabor, o que faz com que esteja presentes em diversos alimentos. Então, novamente, consulte a tabela nutricional dos alimentos antes de comprá-los.

– Evitar alimentos com altas calorias

Por quê? Assim como o açúcar é convertido em energia para o nosso organismo, as calorias também são, e, quando são consumidas em excesso, também são armazenadas sob a forma de gordura.

2º O que fazer?

– Incluir na dieta alimentos ricos em fibras solúveis

Por quê? As fibras solúveis, quando em contato com água, estendem a sensação de saciedade, uma vez que aumentam de volume. Estas fibras também inibem a absorção de gorduras e açúcar pelo organismo, impedindo o seu armazenamento. Além disso, age também prolongando o processo orgânico denominado “esvaziamento gástrico” (quando o alimento consumido deixa o estômago e vai para a primeira camada do intestino), isto também favorece a saciedade.

– Adotar uma alimentação com baixos índices calóricos

Por quê? Além de favorecer o metabolismo e a queima de gorduras, um vez que o corpo necessitará utilizar as reservas de gordura, uma dieta mais leve auxilia no processo de desintoxicação alimentar.

 – Se movimentar

se-movimente

Por quê? A gordura é o mesmo que energia acumulada e se exercitar significa ativar a queima desta energia/gordura.

Você não necessariamente precisa entrar numa academia de ginástica. Tente se exercitar em casa mesmo. A dança é uma boa opção.

– Ingerir uma boa quantidade de água

Por quê? A água é essencial para a realização eficaz dos processos metabólicos. Ela mantém o organismo hidratado, facilita o processo digestivo e melhora o aspecto da pele.
Um dica é consumir alimentos com alta porcentagem de água, tais como: pepino, melancia, tomate, abacaxi, maça e outros.

Agora, é só seguir as dicas e conferir os resultados.

Créditos: Sare Drogarias

Dicas para Perda de Peso e Redução da Circunferência Abdominal
5 (100%) 1 voto

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.