Sopa

A cada dia que passa surge uma nova dieta na mídia. Dieta da melancia, dieta da lua, dieta da proteína, dieta do leite, dieta do limão…e a dieta da sopa. Dieta da sopa? Exatamente!

O difícil é saber quais delas realmente funcionam. Deve-se tomar cuidado ao escolher uma dieta, pois nem todas são saudáveis, podendo deixar o indivíduo carente de nutrientes e substâncias fundamentais para a saúde. A dieta da sopa não é muito nova, e muitos de seus adeptos garantem que ela é um regime que funciona, auxiliando no emagrecimento. Entretanto, como dito anteriormente, nem toda dieta é tão saudável.

Não é que a dieta da sopa para emagrecer não funcione. Ela até pode funcionar, mas não é considerada uma opção tão saudável e eficiente para quem deseja perder peso e emagrecer com saúde. Explicaremos mais sobre ela.

A Famosa Dieta da Sopa

A ideia de se eliminar quilos ingerindo sopa pode atrair aquelas pessoas que estão loucas para emagrecer de alguma forma que seja acessível e até mesmo barata. Para os adoradores do clima frio então, essa dieta pode parecer uma escada para o paraíso da boa forma. As sopas, quando feitas com ingredientes saudáveis, são uma ótima fonte de vitaminas e minerais. Nutritivas e suculentas, as sopas são apreciadas em quase todo o mundo, e na culinária brasileira não é diferente.

A variedade dos caldos quentes é uma carta na manga para quem aprecia os diversos paladares que a gastronomia pode nos proporcionar. Por serem pratos relativamente fáceis de serem preparados, as sopas acabam ganhando adeptos também pela praticidade.

O Sucesso da Dieta da Sopa

Além de serem versáteis e práticas, há outros motivos que faz da dieta da sopa uma das mais seguidas por quem procura perder peso. Um desses motivos é a promessa de que quem a seguir pode eliminar até 7 quilos em uma semana, ou seja, um quilo por dia! Um número bastante alto para um período de tempo tão curto.

A promessa de se perder pedo de maneira fácil e rápida é antiga, mas nem por isso está fora de moda. Com o aumento do número de pessoas com sobrepeso ou obesas, seja pela rotina corrida, seja pela má alimentação, a ideia de se emagrecer de uma forma que pode ser alcançada por qualquer pessoa é bastante tentadora.

Para que você possa entender o motivo pelo qual a dieta da sopa talvez não seja a melhor forma de se emagrecer, é necessário que primeiramente nós expliquemos que para toda regra há uma exceção. De maneira alguma a dieta da sopa deve ser considerada uma dieta inútil e ineficiente. Tudo que é feito de maneira radical não é saudável, e a dieta da sopa não foge disso. Ninguém deve se privar de uma dieta plena e equilibrada, consumindo apenas determinado tipo de alimento.

A proposta que algumas versões da dieta da sopa fazem é a de o indivíduo substitua todas as refeições por sopas caseiras ou compradas prontas, por um período de 7 dias. Isso soa um tanto radical para você? Se sim, você está coberto de razão.

Nenhuma dieta deve contemplar apenas um tipo de alimentação. Toda mudança radical é prejudicial para a saúde do seu corpo. Como uma pessoa que passa anos se alimentando de uma maneira pode mudar repentinamente e radicalmente a sua dieta sem que seu corpo sinta a mudança brusca?

As pessoas que defendem a dieta da sopa alegam que esse regime não priva o consumo de frutas, sucos e bebidas, além das sopas serem leves, nutritivas, diuréticas e auxiliadoras no combate ao colesterol. O sucesso da dieta da sopa se dá pela praticidade e pelas características positivas de um alimento que ainda ajuda no funcionamento do intestino e no aceleramento do metabolismo.

Cuidados Com a Dieta da Sopa

A dieta da sopa faz com quem quem a siga emagreça rápido. Isso é um fato. As sopas são alimentos ricos em vitaminas e minerais, graças aos nutrientes encontrados nos ingredientes comumente usados nas receitas. Carne, legumes e vegetais essenciais para o bom funcionamento do organismo. Porém, ao limitar o seu consumo a um determinado tipo de alimento, você acaba privando o seu corpo de consumir outros nutrientes que são encontrados em alimentos não contemplados pela dieta da sopa.
O conceito de uma dieta equilibrada é proporcionar um emagrecimento sem privar o seu corpo de substâncias essenciais para uma vida saudável. Vale destacar que nem toda perda de peso é saudável: Ao se seguir uma dieta pobre de nutrientes essenciais, há a perda de água e massa magra. Em tese, a pessoa está perdendo peso, mas não somente peso de gordura!

Restringir o consumo faz com que seu corpo gaste muito mais do que está consumindo. Uma coisa é você restringir o consumo de gorduras e alimentos calóricos. Outra coisa é privar o corpo de uma alimentação saudável, fazendo com que ele perca não somente gordura, mas também água e massa magra. Esse desgaste faz com que seu cérebro entenda que há algo errado. A consequência é que o metabolismo desacelere, pois seu corpo precisa consumir menos energia para que você sobreviva. Então o resultado da dieta torna-se o oposto: Ao invés de você perder gordura, seu corpo armazenará mais calorias para sobreviver, transformando-as em gordura.

Entretanto, estamos nos referindo à uma dieta radical. A dieta da sopa para emagrecer pode ser feita, desde que o indivíduo não abra mão de parte das refeições que ele costuma fazer. É preciso encontrar um equilíbrio para que a perda de peso seja saudável, e não um martírio.

A Dieta da Sopa e Suas Restrições

Suprir as necessidades que uma pessoa adulta tem em relação em relação à alimentação não é algo saudável. Fraqueza, dor de cabeça, fadiga e indisposição são sintomas comuns de quem está se privando de uma alimentação adequada. As sopas emagrecedoras podem ser ricas em vitaminas e sais minerais, mas são pobres de gorduras, proteínas e carboidratos. O consumo de aminoácidos é essencial para que os hormônios sejam formados.

Apesar da gordura ser mal vista em termos de nutrição, o seu consumo também é importante. Há dois tipos de colesterol: O LDL, comumente chamado de colesterol ruim, e o HDL, o colesterol bom. O LDL deve ter seu consumo evitado ou limitado, mas o HDL não. Para que se viva saudavelmente, é preciso que a gente ingira gordura boa. A boa gordura auxilia na produção dos hormônios e na absorção de vitaminas lipossolúveis.

Um erro cometido por muitos seguidores da dieta da sopa é fazer amplo uso das sopas industrializadas. Os embutidos, incluindo as sopas de pacote, são ricos em sódio, e é sabido que o sódio retém líquidos, ocasionando não somente inchaço no corpo, mas também aumento da pressão arterial, um perigo para a saúde.
Pela sopa ser um prato leve e, de certa forma limitado, nenhuma pessoa consegue seguir a dieta da sopa por um período longo. O corpo, ao ser privado de uma alimentação mais ampla, passará a sentir necessidade de consumir guloseimas e pratos mais saborosos, fazendo com que o indivíduo engorde, consequentemente.

Dieta da Sopa e Saúde

Sabendo que jamais você deve substituir todas as refeições por sopa, é válido a gente destacar que é possível um emagrecimento saudável através da dieta da sopa, desde que ela substitua apenas uma refeição do seu dia, ou algumas refeições da sua semana. Portanto, para que a eliminação dos quilos seja feita da forma correta, é necessário também que o indivíduo tenha uma dieta equilibrada e faça exercícios físicos regularmente.

Dicas e Receitas Para a Dieta da Sopa

Para se seguir a dieta da sopa, assim como qualquer outra dieta, é preciso que o seu pensamento seja magro. Esqueça as sopas super calóricas, como as que levam creme de leite e bacon, alimentos gordurosos que elevam o colesterol ruim.

Os benefícios da sopa vão além de uma dieta magra: Seu consumo auxilia no controle da temperatura do corpo, ajudam a diminuir a fome e, quando preparadas com verduras, legumes e vegetais, são uma excelente fonte de fibras, sais minerais, vitaminas e nutrientes. É possível adicionar proteína não somente pelos alimentos vegetais, como também com carnes, desde que magras, como cortes de carne vermelha com pouca gordura, frango e peixes.

Dieta da Sopa da USP e Suas Consequências

Talvez a dieta da sopa mais famosa é a que foi desenvolvida pelos estudantes da USP para o Hospital do Coração, a fim de oferecer um emagrecimento de forma saudável para os pacientes do hospital que precisam perder peso de maneira rápida e apresentam problemas cardíacos, antes de passarem por cirurgias.
A dieta da sopa elaborada e desenvolvida por pesquisadores da USP combina alimentos nutritivos e proporciona uma perda de peso rápida e eficiente. A realização dessa dieta, entretanto, deve durar apenas sete dias. Se o indivíduo quiser recomeçar a dieta, é necessário que dê uma pausa nela por alguns dias.

ATENÇÃO:

Ressaltamos que consumo da dieta da sopa da USP é indicado para as pessoas que estão com muito sobrepeso, sofrem de problemas cardíacos e necessitam de um emagrecimento rápido antes de realizar uma cirurgia. Ao contrário de uma dieta “comum”, esta é bastante radical e não promove uma reeducação alimentar.

É comum que muitos seguidores de dietas sofram o efeito sanfona, ou seja, emagrecem e depois que param a dieta recuperam o peso perdido, e em muitos casos engordam ainda mais. É extremamente importante que você passe por um acompanhamento com um profissional da área da nutrição para que ele promova uma reeducação alimentar de acordo com a sua rotina e necessidades.

Se mesmo assim você pretende seguir a dieta da sopa da USP, fique ciente que ela não deve ser feita por mais de 7 dias sem uma pausa e sem uma reeducação alimentar que possibilitará que seu peso perdido não seja recuperado depois.

A receita da sopa da USP é:

Uma berinjela

Dois nabos

Duas cenouras

Uma xícara (chá) de vagem picada

Três pimentões de cores variadas

Um molho de tomate de caixinha

Um envelope de creme de cebola

Cheiro verde e salsão

Uma colher (chá) de pimenta branca

Um tablete de caldo de carne light

Meio repolho roxo
Modo de preparo:

Cozinhe todos os legumes, dilua o creme de cebola, o tablete de caldo de carne light e o molho de tomate em um litro e meio de água. Leve ao fogo, espere ferver, acrescente os legumes e sirva a seguir.

Cardápio da Dieta da Sopa da USP

Para seguir a dieta da sopa da USP por 7 dias, você não pode consumir pão, álcool, bebidas com gás e nem frituras. Você pode consumir um pote de gelatina de ágar-ágar meia hora antes de cada refeição, para diminuir a fome. Beber água durante todo o dia também é importante.

Primeiro dia: Consuma frutas moderadamente, excluindo banana e abacate da dieta. Tome a sopa no almoço e no jantar. O consumo de água, chá verde e suco de uva integral é liberado.
Segundo dia: Verduras e legumes cruz ou cozidos à vontade. O consumo da sopa é liberado sempre que você quiser. No jantar há a opção de se consumir batata assada com manteiga.

Terceiro dia: Tome uma sopa no almoço e outra no jantar. O consumo de frutas e legumes, com exceção de batata, é liberado.

Quarto dia: Coma duas bananas de manhã. No almoço, tome a sopa. No lanche da tarde faça uma vitamina de duas bananas com leite desnatado. A sopa deve ser tomada novamente no jantar e, em seguida, mais uma banana. É importante que nesse dia você consuma o leite e as bananas, pois eles oferecem calorias, carboidratos, cálcio, proteínas e potássio que o seu corpo necessita, já que é o quarto dia da dieta.

Quinto dia: O almoço deve ser constituído de um prato de sopa e 300 a 400 gramas de carne branca ou carne vermelha grelhada, além de uma salada de tomates temperada com limão, azeite e sal. Tome novamente a sopa no jantar. Ao longo do dia você deve beber de 6 a 10 copos de água, pois ela ajuda na eliminação do ácido úrico.

Sexto dia: Coma dois bifes de carne vermelha ou carne branca grelhada no almoço, além da sopa. Legumes cozidos podem acompanhar o prato, com exceção de batata. Tome novamente a sopa no jantar. Café, chás e sucos sem açúcar estão liberados.

Sétimo dia: No almoço tome a sopa e coma legumes crus ou cozidos.

Dieta da Sopa de Legumes e Repolho

Além da dieta da sopa da USP, há uma gama de outras receitas de sopas que podem integrar dietas. A sopa de legumes com repolho é uma delas. Ao contrário da dieta da sopa da USP, essa dieta é menos radical e quem a segue pode eliminar até 8 quilos em um mês! A sopa de legumes com repolho deve integrar uma dieta balanceada, sendo consumida apenas no jantar.

Essa sopa é leve e ajuda o corpo a desinchar, facilitando o processo de emagrecimento, além de facilitar a digestão, que à noite fica mais lenta. Seus ingredientes também combatem o colesterol ruim, LDL.


O plano alimentar dessa sopa fornece 1.200 calorias diárias, e deve estar aliado à uma rotina de atividades físicas. Anote os ingredientes:

Um repolho picado

Duas cebolas grandes

Dois pimentões vermelhos

Duas latas de tomate em lata picados sem pele

Três ramos de salsão

Seis cenouras

250 gramas de ervilha

Cheiro verde e manjericão a gosto
Pimenta-do-Reino a gosto

Cardápio da Dieta

Segunda-feira:

Café da manhã – Um iogurte natural e uma fatia de pão integral.

Colação- Uma porção de mamão com aveia e uma colher (sopa) de mel.

Almoço- Legumes refogados, uma colher (sopa) de arroz integral, duas colheres (sopa) de purê de mandioquinha e um filé de peixe grelhado.

Lanche da tarde- Uma fruta e duas torradas integrais com creme de ricota.

Jantar- Salada verde temperada com azeite e limão e um prato da sopa da dieta.

Ceia – Chá verde.

Terça-feira:

Café da manhã – Meio mamão batido com iogurte natural, aveia e uma colher (sopa) de mel.

Colação – 200 ml de leite desnatado.

Almoço – Salada de folhas verdes ou salada de tomate com pepino, temperada com azeite e limão, dois filés de peito de frango sem pele grelhado e duas colheres (sopa) de purê de mandioquinha ou batata.

Lanche da tarde – Duas fatias de abacaxi.

Jantar – Salada de agrião temperada com azeite e limão e um prato da sopa da dieta.

Ceia – Um iogurte natural light e gelatina light.

Quarta-feira:

Café da manhã – Uma fatia de pão integral com creme de ricota ou queijo fresco e suco de laranja.

Colação – Duas bananas.

Almoço – Brócolis refogado com alho, duas colheres (sopa) de arroz integral, duas colheres (sopa) de grão-de-bico e um ovo cozido.

Lanche da tarde – Um pote de iogurte uma fatia de abacaxi.

Jantar – Salada de palmito temperada com azeite e um prato da sopa da dieta.
Ceia – Chá verde.

Quinta-feira:

Café da manhã – Três torradas integrais com queijo fresco e um copo de leite.

Colação – Uma banana

Almoço – Salada de beterraba temperada com azeite, duas colheres (sopa) de arroz integral, duas colheres (sopa) de feijão e um filé de peito de frango grelhado sem pele.

Lanche da tarde – Um iogurte natural com aveia.

Jantar – Salada de beterraba temperada com azeite e um prato da sopa da dieta.

Ceia – Um pote de iogurte.

Sexta-feira:

Café da manhã – Um pote de iogurte e uma fatia de pão integral com geleia light.

Colação – Uma porção de fruta.

Almoço – Salada de vagem e cenoura ralada temperada com azeite, duas colheres (sopa) de purê de batata ou mandioquinha, duas colheres (sopa) de lentilha e um ovo fervido.

Lanche da tarde – Três torradas integrais com queijo fresco ou creme de ricota light.

Jantar – Salada verde temperada com azeite e limão e um prato da sopa da dieta.

Ceia – Um iogurte natural ou chá verde.

Dieta da Sopa (Cardápio, da USP e Mais)
5 (100%) 1 voto

EMAGREÇA DE VERDADE!
Receba nossas atualizações por e-mail com dicas para você emagrecer com exercícios e dietas.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.