Dieta da USP

Você já ouviu falar a respeito da dieta da USP? Apesar da famosa Universidade de São Paulo jamais ter confirmado a autoria da dieta, tampouco recomendado a sua prática, a dieta da USP ganhou a atenção de muita gente ao longo dos anos, e até hoje faz sucesso entre aqueles que querem perder peso, motivo pelo qual continua sendo utilizada por quem quer emagrecer de maneira rápida.

Se você integra o grupo de pessoas que querem perder peso com certa urgência, a dieta da USP é recomendada a ser feita por sete dias, com a possibilidade de repeti-la por mais sete dias. Não é recomendável que a dieta da USP seja feita por mais de duas semanas. A seguir, descubra mais sobre a dieta da USP e se ele realmente emagrece. Seus seguidores garantem que sim, mas será que realmente ela funciona? Quais são os riscos que ela oferece à saúde?

plano-de-dieta

A Dieta da USP

A dieta da USP trata-se de uma dieta hipocalórica, ou seja, uma dieta que proporciona um baixo consumo de calorias, que supostamente surgiu na década de 90. Apesar de seu nome, ela não surgiu na USP e nem sequer há registros de que ela tenha sido utilizada em hospitais. Esta dieta também impede o consumo de carboidratos quase que por completo, onde os alimentos que são fontes de carboidratos devem ser substituídos por alimentos que contêm muitas gorduras e proteínas.

Apesar da premissa da dieta da USP ser proporcionar um emagrecimento rápido (em duas semanas), o número de quilos perdidos ao longo dos 14 dias é algo bastante variável de indivíduo para indivíduo. O emagrecimento com a dieta da USP é possível pelo fato dela proporcionar uma menor ingestão calórica diária, além dos alimentos com carboidratos serem praticamente proibidos enquanto a dieta é feita. Devido a este corte, muitos líquidos são eliminados pelo organismo nos primeiros dias.

Pela dieta da USP também proporcionar uma ingestão limitada de alimentos, além de um baixo consumo de carboidratos, aqueles que seguem a dieta costumam perder músculos (massa magra), o que tem como consequência a diminuição do nível de energia. Por este motivo, as atividades físicas intensas devem ser evitadas enquanto a pessoa segue a dieta da USP.

dieta-pontos

Cardápio da Dieta da USP

O primeiro dia da dieta da USP é considerado por muitos o mais difícil, uma vez que a quantidade de alimentos é bastante reduzida. Confira o cardápio:

Dia 1

Manhã: café preto sem açúcar (pode-se adicionar um pouco de adoçante)

Almoço: dois ovos cozidos e ervas

Jantar: salada de alface com pepino e salsa à vontade

Dia 2

Manhã: café com biscoito tipo cream-craker

Almoço: um bife grande e salada de frutas de sobremesa

Jantar: presunto á vontade

Dia 3

Manhã: café com biscoito cream-craker

Almoço: dois ovos cozidos, duas torradas e salada de vagem

Jantar: salada e presunto

Dia 4

Manhã: café com biscoito cream-craker

Almoço: um ovo cozido, uma cenoura e queijo minas

Jantar: iogurte natural e salada de frutas

Dieta da USP

Dia 5

Manhã: café preto e cenoura crua espremida com limão

Almoço: frango grelhado à vontade

Jantar: dois ovos cozidos com cenoura

Dia 6

Manhã: café preto e duas cream-crakers

Almoço: filé de peixe e salada de tomate a vontade

Jantar: dois ovos cozidos com cenoura

Dia 7

Manhã: café com limão

Almoço: bife grelhado e fruta à vontade

Jantar: qualquer alimento, com exceção de doces e bebidas alcoólicas

Após o sétimo dia, a pessoa tem a opção de reiniciar a dieta por mais 7 dias, começando novamente do primeiro. A dieta da USP não deve ser feita por mais de 14 dias consecutivos, e a alimentação equilibrada deve ser retomada aos poucos.

dieta_vegetariana

Dicas

Os resultados da dieta da USP são melhores quando nenhum dos alimentos é substituído, nem os horários trocados. As ervas permitidas na dieta da USP são o agrião, a chicória e a alface. O consumo de água, chá e café sem açúcar é liberado para o dia todo, entretanto, deve-se tomar cuidado com o consumo excessivo de café e determinados tipos de chá que contêm cafeína.

Riscos da Dieta da USP

Por ser uma dieta bastante restritiva em relação aos nutrientes e à quantidade de calorias consumidas, a dieta da USP não deve ser feita por mais de 14 dias consecutivos. A falta de carboidratos devido à dieta também pode ocasionar sintomas como fraqueza muscular, cansaço e fortes dores de cabeça.

Pelo fato da Dieta da USP também restringir o consumo de alimentos fibrosos e aumentar o consumo de proteínas, ela pode causar constipação intestinal.

São outros efeitos colaterais da dieta o mau hálito, a irritabilidade, alterações no sono, dores de cabeça, dificuldades para dormir, tonturas frequentes e complicação renais.

Por se tratar de uma dieta radical, a dieta da USP não proporcionar uma real mudança dos hábitos diários e nem uma reeducação alimentar, duas coisas fundamentais para o emagrecimento saudável. Como a maior parte do peso que é perdida constitui-se de líquidos e massa magra (músculos), e não de gordura, o peso perdido com a dieta da USP é facilmente recuperado. Ao se reintroduzir os carboidratos à dieta, deve-se ter atenção ao controle as porções, para que os velhos hábitos responsáveis pelo excesso de peso não retornem. Também é importantíssimo que o seu médico seja consultando antes de você dar início à dieta da USP.

colesterol-saude

Como Evitar a Recuperação dos Quilos Perdidos

O indesejado efeito sanfona é o inimigo número um de qualquer pessoa que se dedica à uma dieta. Entretanto, para que tal efeito seja evitado, é fundamental que os hábitos errados sejam modificados por hábitos diários saudáveis, para que o excesso de peso não volte a ser um problema.

Uma dieta equilibrada, constituída por alimentos naturais e coloridos como verduras, legumes e carnes magras é necessária para que você tenha vigor, saúde e boa forma. Além disso, deve-se evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, doces, alimentos com farinha branca, alimentos processados e industrializados, frituras, molhos, sódio e açúcar em grandes quantidades.

Evitar o estresse, dedicar um pouco do seu tempo ao lazer e praticar atividades físicas pelo menos três vezes na semana também são fatores determinantes para a saúde e a boa forma. Experimente fazer uma caminhada no parque por 40 minutos pelo menos três vezes por semana para sentir as mudanças na disposição, no corpo e na balança.

correr_na_praia

Dieta da USP + Cardápio
5 (100%) 1 voto