Modelo do Instagram Edita as Legendas de suas Postagens para Mostrar a Realidade por Trás das Fotos

Categoria Geral

A modelo de internet, Essena O’Neill está se vingando do mundo da mídia social.

Quando ela se tornou uma celebridade do Instagram, havia muito poucas modelos de 18 anos que começaram a ganhar muito dinheiro na Austrália.

Sua conta Instagram, que conta com uma mistura de fotos sinceras e outras aparentemente encenadas a fazia ganhar muito dinheiro promovendo roupas e biquinis junta a belas paisagens e cachoeiras. Ela tinha 580.000 seguidores. Estava com 260.000 assinantes em sua conta do YouTube e 60.000 no Snapchat.

Isso foi antes de sua seu desentendimento com Will McAvoy-esque – um desentendimento que a levou a excluir mais de 2.000 fotos e ficar inativa em suas contas de YouTube e Snapchat, em uma tentativa de expor a realidade fabricada por trás das modelos de mídia social.

 

NÃO É A VIDA REAL – Tirei cerca de 100 fotos iguais nesta pose para fazer minha barriga ficar legal. Comi extremamente pouco neste dia. Gritaria com a minha irmã para que ela continuasse tirando as fotos até eu estar satisfeita com uma.    

NÃO É A VIDA REAL – Eu não paguei por este vestido, tirei incontáveis fotos para tentar ficar gostosa para o Instagram. Isto fez eu me sentir incrivelmente sozinha.

 

Eu tenho espinhas aqui, estou cheia de maquiagem. Eu estava sorrindo por que queria parecer bem. A felicidade baseada na estética vai sufocar o seu potencial aqui na terra.  

Fui paga com 400 dólares para postar esta foto com o vestido. Acho que foi quando eu tinha 150 mil seguidores, com meio milhão de seguidores, eu sei que marcas grandes pagam mais de 2.000 dólares por post. Não é errado aceitar as ofertas das marcas. Eu apenas penso que isto deveria ser sabido.

 

NOT REAL LIFE – paid $$$ to promote both the jeans and top. More info on how instagramer’s make a lot of $$$ on www.letsbegamechangers.com

Uma foto publicada por Social Media Is Not Real Life (@essenaoneill) em

NÃO É A VIDA REAL – Fui paga para promover o Jeans e o top.

 

Ela escreveu:

Eu era muito infeliz. Sem inspiração. Irritada. Eu não desfrutava do ato de criar arte, escrita ou qualquer forma de auto-expressão como uma vez eu fiz quando criança. Quando ninguém me pagava, eu postava fotos sem frescuras ou filtros. Quando me dei conta, amei isto. Fez-me sentir viva. Era como capturar e expressão, a vida real, sentimento real, verdadeira beleza – ele me deu essa alegria que eu ainda não consigo explicar. Você sabe como é o sentimento de inspiração, paixão e propósito que você tem quando faz algo que você ama? É por isso que eu faço o que eu faço. Eu não quero aprovação mais, ele me prende em pensar que eu preciso de mais e mais e mais. Eu não quero ser querido ou julgado tampouco. Eu quero um lugar onde eu não precise ter expectativa ou resultado. Eu não quero seguidores mais. Eu quero um mundo de seres individuais.

Favor, alguém pode queira FAZER UM BEM SOCIAL, compartilhe minha história, não baseando-se em validação nos VIEWS ou SEGUIDORES, mas sim um compartilhamento pelo real valor e AMOR. OBRIGADA!


Este artigo foi útil?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos ainda)
Loading...

Comentários

comentários