Remédio Para Emagrecer

Categoria Dietas, Suplementos

Perder aqueles quilos extras, muitas vezes, é o maior desejo de grande parte das mulheres, como também também cada vez mais tem sido o desejo de muitos homens. Na busca pelo emagrecimento, diversas pessoas acabam fazendo uso de algum remédio para emagrecer. Mas será que isso realmente funciona? A resposta é: Depende.

O perfil de cada indivíduo, como o estilo de vida, os hábitos alimentares e a prática de atividades físicas (ou falta de) é o que tem mais peso para o sucesso da perda de peso. As dietas, assim como o uso de remédio para emagrecer, são, portanto, um complemento que visa auxiliar o processo de eliminação de gordura. Perder peso de forma rápida e saudável, com o uso de remédio para emagrecer, é, sim, possível.

O uso de remédio para emagrecer deve ser feito de maneira consciente e acompanhado da supervisão de um profissional da área. O intuito é que a ingestão do remédio esteja conciliada à prática de exercícios físicos e à uma dieta equilibrada e saudável, maximizando os resultados desses hábitos e levando à perda de peso de maneira mais rápida. Entretanto, a utilização de remédio para emagrecer tem suas controversas.

A seguir, você confere os principais remédios que visam facilitar o emagrecimento, assim como os prós e contras de cada um deles. Conheça quais são os remédios emagrecedores mais consumidos no Brasil:

Principais Remédios para Emagrecer

 

remedios-para-emagrecer

 

 

Fluoxetina:

Apesar da Fluoxetina ser um antidepressivo, o medicamento pode ajudar no processo de perda de peso. Isso devido ao fato dele controlar a ansiedade, uma das grandes causas de obesidade no Brasil e no mundo. A ansiedade muitas vezes leva a pessoa a comer além do necessário, fazendo com que ela engorde. O uso de Fluoxetina, portanto, pode facilitar a perda de peso. Mas atenção: Como muitos remédios, Fluoxetina não deve ser ingerida sem acompanhamento médico.

Bupropiona ou Zyban

Outro remédio poderoso, a Bupropiona é um antidepressivo, também indicado para pessoas fumantes. O medicamente tem efeitos parecidos aos da Fluoxetina, proporcionando uma sensação de calma, diminuindo a ansiedade e levando o seu usuário a comer menos.

Quitosana

A Quisotana é um medicamento que absorve a gordura, levando à diminuição do valor calórico que é adquirido pela ingestão das refeições. Isso se dá devido ao fato da composição desse remédio ser constituída basicamente por fibras de esqueletos de frutos do mar, fator que faz com que a gordura dos alimentos seja absorvida e eliminada pelo nosso organismo. A Quisotana também é um poderoso aliado do processo da digestão, devido ao fato dela ajudar na eliminação de dejetos e substâncias calóricas presentes no organismo. Deve-se ingerir 2 cápsulas antes do almoço e do jantar, mas a ingestão de Quitosana é contraindicada para aquelas pessoas que são alérgicas à frutos do mar.

Xenical

Xenical é um remédio que contribui para a prevenção da absorção de gorduras na nossa alimentação diária, levando à consequente redução da absorção de calorias. O medicamento promete eliminar cerca de 30% da gordura que nós ingerimos. O processo de eliminação da gordura se dá pelas fezes. Xenical deve ser ingerido junto dos alimentos, proporcionando assim a redução de eventuais desconfortos gastrointestinais que podem vir a acontecer com o consumo do medicamento.

Prós do uso de Remédio para Emagrecer

 

remédio_para_emagrecer_imagem

 

São muitas as pessoas que fazem uso de remédio para emagrecer e conseguem, de fato, eliminar boa parte da gordura corporal e, consequentemente, perder peso. Os medicamentos manipulados no Brasil são fabricados sob a vigilância e inspeção da ANVISA, garantindo assim que eles não ofereçam riscos graves aos indivíduos que fazem uso deles.

Ao se fazer uso de remédio para emagrecer, o processo de eliminação de gordura pode se tornar mais fácil e mais rápido, desde que aliado à uma dieta saudável. Há pessoas que conseguem perder o dobro de peso que perderiam se não fizessem uso desse tipo de medicamento. Esse fator é o principal responsável pela aceitação e popularização entre os brasileiros – principalmente por parte das mulheres.

A maioria dos remédios para emagrecer pode ser encontrada à venda nas farmácias e drogarias de todo o país, nas mais diversas variedades e preços. O uso desses medicamentos, porém, deve sempre ser feito sob supervisão médica, com consulta e exames, pois cada indivíduo possui suas singularidades.

Como qualquer outro produto, o remédio para emagrecer não é milagroso, portanto não se iluda: para que o emagrecimento seja feito de forma satisfatória e saudável, o uso de remédios para emagrecer deve estar aliado à prática constante de atividades físicas e alimentação saudável, caso contrário é possível que, ao invés de você perder gordura, acabe perdendo massa magra. Também de nada adianta fazer uso de medicamento para emagrecer e se alimentar melhor apenas por um determinado período de tempo, pois muitas pessoas que emagrecem voltam a engordar quando retomam seus hábitos antigos.

O remédio para emagrecer deve ser um aliado, um meio para que o emagrecimento seja mais fácil, e não a causa final do mesmo. Portanto, o intuito desse tipo de produto é auxiliar o processo da perda de peso, e não ser o principal componente desse processo. A melhor maneira de se emagrecer sempre é levar um estilo de vida saudável, aliado com a prática de exercícios físicos no dia a dia.

Contras do uso de Remédio para Emagrecer

 

contras_remédio_emagrecer

O Sibutramina é o remédio para emagrecer mais consumido no Brasil. Esse medicamento promete ajudar a eliminar até 4 quilos por mês. Porém, o Sibutramina só pode ser ingerido por pessoas obesas. O uso do remédio por indivíduos que não se encontram na faixa da obesidade não é tão incomum, e pode causar diversos problemas de saúde para esses consumidores.

Outro contra do uso de remédio para emagrecer é a dependência que esse tipo de medicamento pode causar, quando usado de maneira prolongada. A dependência pode ser tanto física, como emocional. É extremamente importante que esse tipo de remédio não seja usado por um período maior que 4 meses sem o acompanhamento de um profissional da área da saúde.

Ainda segundo especialistas, aquelas pessoas que recorrem ao uso de remédio para emagrecer correm o risco de recuperar todo o peso que foi perdido, e muitas vezes até engordam quilos extras. Por isso é importante que o emagrecimento seja feito de maneira progressiva e saudável, com uma reeducação alimentar e prática de atividades físicas regularmente.

Se ainda assim você estiver disposto a fazer uso de algum remédio para emagrecer, evite os medicamentos manipulados e dê preferência aos medicamentos que são fabricados sob a vigilância da ANVISA, feitos em laboratórios renomados e confiáveis. Esses remédios são os popularmente vendidos nas farmácias. É importante que os remédios emagrecedores consumidos sejam aqueles fabricados por laboratórios famosos, pois eles passam por diversos testes de qualidade. Já os medicamentos manipulados por empresas locais nem sempre apresentam o mesmo rigor na sua fabricação.

O abuso da ingestão de remédios para emagrecer pode levar o organismo ao vício, e isso é perigoso, pois o corpo passa a exigir cada vez dosagens maiores para que o efeito seja alcançado. Isso promove o vício por anfetaminas, e ainda traz complicações diversas para a saúde.

 

Remédios Naturais para Emagrecer

emagrecedores-naturais

 

A maioria dos remédios naturais para emagrecer são feitos à base de ervas e outros produtos naturais, auxiliando no funcionamento do organismo e no emagrecimento. Dentre os diversos remédios naturais para emagrecer, destacam-se o chá verde, a goji berry, a quitosana e os medicamentos Orlistat e Saxenda. Conheça um pouco sobre eles:

Chá verde

O Chá Verde tem propriedades naturais que aceleram o nosso metabolismo, facilitando o processo da queima de gordura por parte do nosso organismo. Ele pode ser consumido tanto em forma de chá como em forma de cápsulas. Seu consumo deve ser de 3 a 4 xícaras do chá diariamente. Se for consumido em forma de cápsulas, devem ser ingeridas duas unidades na parte da manhã e da tarde. O Chá Verde é contraindicado para pessoas que apresentam sensibilidade à cafeína ou que sofrem de problemas cardíacos.

 

MaxBurn

O MaxBurn é um suplemento feito a partir do açaí e do chá verde, e proporciona o aumento do metabolismo, além da diminuição do apetite. Ele é encontrado em forma de cápsula, e deve-se ingerir uma antes do almoço e outra após o jantar. Porém, é importante destacarmos que a venda de MaxBurn foi proibida pela ANVISA.

Cápsulas de Goji Berry

O medicamento de Goji Berry é feito a partir da fruta seca. As cápsulas de Goji Berry atuam no nosso organismo como um antioxidante e anti-inflamatório. Deve-se ingerir uma cápsula antes do almoço e outra antes do jantar.

 

ATENÇÃO: Apesar desses medicamentos serem naturais, seus consumos são contraindicados para mulheres gestantes ou que amamentam, como também por crianças e pessoas que sofrem de pressão alta e/ou problemas cardíacos. Portanto, eles só devem ser consumidos quando prescritos por nutricionistas ou médicos.

 

 

Considerações Finais

emagrecer

Agora que você sabe um pouco sobre os efeitos dos remédios para emagrecer, assim como os seus prós e contras, já pode decidir com mais sabedoria sobre fazer uso de remédio para emagrecer de forma segura. Lembre-se sempre de agendar uma visita ao seu médico antes de comprar algum medicamento, pois esse profissional pode te receitar o medicamento que mais se ajusta às suas individualidades e objetivos. Jamais use algum medicamento sem acompanhamento de um profissional da área.

Visitar o seu médico de maneira regular, mesmo enquanto o medicamento está sendo consumido, é fundamental, assim como levar uma vida leve, saudável e equilibrada.


Este artigo foi útil?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos ainda)
Loading...

Comentários

comentários