Banana

As origens da banana são incertas, uma vez que a fruta está presente tanto na mitologia grana como na mitologia indiana, se perdendo nelas. Atualmente acredita-se que ela tenha surgido no Oriente, mais precisamente no sul da China, ou da Indochina. A sua presença na Índia, nas Filipinas e na Malásia é certa, pois a banana é cultivada nesses países há mais de 4.000 anos.

Apesar das suas origens não serem brasileiras, a banana é uma fruta amplamente popular no Brasil, sendo um dos símbolos do país e tendo sido tema de músicas, filmes e inspiração para a lendária cantora Carmen Miranda. A imagem da fruta tem associação aos países tropicais, apesar dela ter suas origens no Sul da Ásia e da Indonésia. A banana se adaptou muito bem ao clima e ao solo brasileiros, um dos motivos pelo qual o Brasil é um dos maiores exportadores dessa fruta tão admirada.

Um fato bastante curioso à respeito da presenta da banana em terras brasileiras é que as suas plantas – as bananeiras – já existiam no Brasil desde antes da chegada dos europeus. Há relatos dos portugueses à respeito do consumo da fruta por parte dos povos indígenas daqui. Como elas chegaram ao nosso país é um mistério.

Toda dieta saudável deve ter frutas em sua composição de alimentos, pois elas são fonte de diversos nutrientes benéficos para a nossa saúde. A banana, uma das frutas mais consumidas pela população do nosso país, é uma excelente fonte de fibras, carboidratos e vitaminas A e C, B1, B2, B6 e B12, além de minerais como o fósforo, potássio, ferro, magnésio e ácido fólico, além dela ter baixo teor de gordura. A banana ainda é composta por 3 tipos de açúcares: frutose, glicose e sacarose, que, quando combinados com a fibra da fruta, fornecem grande quantidade de energia para o nosso corpo.

Para saber qual banana é melhor para o consumo, prefira as bananas que têm formato arredondado e cascas mais amarelas, com pequenas manchas marrons. Também é importante verificar se a fruta está firme, sem sinais verdes e rachaduras na parte externa. Evite as bananas que estão verdes ou muito maduras. Para conservá-las bem, coloque-as em um lugar fresco e arejado.

Devido às suas propriedades e benefícios, a banana é um dos alimentos preferidos pelos praticantes de atividades físicas e atletas, uma vez que ela tem alto teor de açúcar e vitaminas do complexo B, fatores que fazem dela um alimento que fornece bastante energia, além de ser facilmente absorvido pelo nosso corpo. Os carboidratos da banana também são os responsáveis por ela ser uma rica fonte de energia para o corpo. O potássio, outro nutriente amplamente presente na fruta, previne as cãibras e dores musculares causadas pelas intensas práticas de atividades físicas, além de auxiliar o funcionamento cardíaco.

A banana ainda pode ter a sua casa aproveitada em receitas de pães, bolos, tortas e chás, desde que bem higienizada. Cozida, triturada ou seca, são diversas as finalidades que a casca da fruta pode ter. Na China, por exemplo, a casca dela é aproveitada na medicina, como no tratamento da hipertensão. Podendo ser consumida tanto in natura como cozida, assada ou até mesmo frita, a polpa da banana combina com diversas receitas e ainda é um bom alimento para o café da manhã e os lanches entre as principais refeições. A variedade de pratos que levam banana ainda inclui vitaminas, bolos, tortas, salada de frutas, mousses e mingau, por exemplo.

Apesar da banana ser um alimento rico em nutrientes, é necessário a gente destacar que o seu consumo deve ser feito de maneira moderada, já que ela é altamente energética. Recomenda-se o consumo diário de uma unidade da fruta. Quando consumida moderadamente, a banana ainda pode ajudar no processo da perda de peso, desde que, claro, faça parte de uma dieta saudável e equilibrada. Variar o tipo de frutas consumidas também é importante.

A banana não é indicada para as pessoas que sofrem de diabetes com nível de glicemia maior que 300 mg/DL, pois, como visto, ela tem alto teor de açúcar. O índice glicêmico do alimento também é um entrave para pessoas obesas, e estas devem evitar o consumo da banana, ou comê-lo com bastante moderação. Indivíduos que sofrem de problemas renais crônicos não podem ingerir a fruta, uma vez que o seu potássio é retido pelo nosso organismo. As pessoas que possuem restrição quanto ao consumo da banana podem procurar um profissional, para que este indique quais alimentos substituem a banana, ou para que ele possa informar a quantidade permitida para a ingestão.

Benefícios da Banana

A banana não somente fornece energia para nós, como também contém nutrientes que auxiliam o nosso organismo no combate e prevenção de diversas doenças. Dentre os seus benefícios, destacam-se:

– Excelente fonte de vitaminas do complexo B e calmante natural do sistema nervoso

– Excelente fonte de potássio e vitamina B6. O seu consumo também diminui as cólicas menstruais, e o potássio da fruta contribui para o aprendizado

– Excelente fonte de fibras. Ajuda a regular o funcionamento do intestino e combate os problemas de constipação intestinal. Além disso, o consumo de banana aumenta a sensação de saciedade, já que a fruta é rica em fibras

– Excelente fonte de triptofano, um aminoácido que aumenta a secreção de serotonina, aumentando o nível de humor. Além disso, o consumo de banana proporciona relaxamento e melhora os sintomas da depressão, fazendo da fruta um dos alimentos que promovem a felicidade

– Contém ferro, fator que leva ao aumento da produção de hemoglobinas, além de auxiliar na prevenção e no tratamento da anemia

– Rica fonte de fibras solúveis, que são importantes no combate ao colesterol alto do sangue, além de agir na prevenção do câncer intestinal

– Por ter pouco sal, a banana é um ótimo alimento para quem sofre de pressão alta

– O consumo da fruta acalma o estômago e facilita o trânsito intestinal

– Diminui a ocorrência de cãibras, já que tem vitamina B6 e B12

– Controla os níveis de açúcar no sangue, fator que combate o cansaço. Devido à esse fato, o consumo da banana é indicado para os intervalos entre as refeições

– Controla e normaliza os batimentos cardíacos, pois quando a gente se estressa, os níveis de potássio diminuem. Por ser rica em potássio, a banana ajuda a controlar nos íveis dessa substância

Tipos de Banana

Banana-nanica – esse tipo de banana também é conhecido como banana d’água, e é o mais popular no Brasil. Sua polpa é macia e bem doce, além de possuir um aroma agradável. A casca desse tipo de banana é fina e apresenta coloração amarelo-esverdeada. A banana-nanica é rica em vitaminas B e C, B1 e B5. Contém cerca de 95 calorias a cada porção de 100 gramas, e é um leve laxante natural.

Banana-da-terra – Rica em de vitaminas A e C, a banana-da-terra pode chegar a 26 centímetros de comprimento e pesar até 1/2 quilo. Contém cerca de 128 calorias a cada porção de 100. É o tipo ideal para banana cozida ou frita.

Banana-prata – apresenta polpa consistente e um pouco doce. Depois de amadurecer, a banana-prata pode ser consumida em até 4 dias. Contém cerca de 98 calorias a cada porção de 100 gramas. Ela é ideal para fritar e para a feitura de bananada.

Banana-ouro – é a menor dentre todos os tipos de bananas nacionais (podendo medir no máximo 10 centímetros) e também o tipo mais calórico (contém cerca de 112 calorias a cada porção de 100 gramas). A banana-ouro tem forma cilíndrica e sua casca é fina e de cor amarelo-ouro. A sua polpa é doce e perfumada.

Banana-maçã – a sua polpa tem coloração branca e consistência macia. Exala um perfume que lembra o da maçã. Contém cerca de 87 calorias a cada porção de 100 gramas. O seu consumo é recomendado para bebês e idosos, pois a banana-maçã é de fácil digestão.

Tabela Nutricional da Banana

Tabela-nutricional-banana

5 (100%) 1 voto






EMAGREÇA DE VERDADE!
Receba nossas atualizações por e-mail com dicas para você emagrecer com exercícios e dietas.