Cenoura

A cenoura, um vegetal de sabor levemente doce e amplamente consumido no Brasil e no mundo, é também fonte de inúmeras substâncias que são benéficas para a nossa saúde. Além de ser um alimento rico em propriedades nutricionais, a cenoura é também um alimento versátil, podendo ser utilizado em diversos pratos e receitas, talvez um dos fatos dela ter uma aceitação fácil por grande parte da sociedade.

Provavelmente você já deve ter visto muita gente afirmar que o consumo desse vegetal é benéfico para a saúde dos olhos. Isso é possível graças à grande presença de betacaroteno na cenoura, uma substância que o organismo converte em vitamina A, que por sua vez é fundamental para que a nossa visão seja boa.

Apesar da cenoura ser amplamente popular e consumida em quase todo o mundo, os historiadores ainda não foram capazes de descobrir desde quando o alimento está presente na dieta do ser humano. Acredita-se, porém, que o seu consumo é muito antigo.

Descobertas em habitações pré-históricas localizadas na Suíça apontaram a presença da planta, uma vez que foram encontrados traços de sementes de cenoura. Também há indícios de que a cenoura era cultivada nos jardins reais da antiga Babilônia; porém, naquela época e região a planta era utilizada como erva aromática, fato que não responde satisfatoriamente a questão de quando a raiz passou a ser consumida e apreciada.

Quando passou a ser cultivada, a cenoura apresentava variações de cores que iam do vermelho escuro à cor púrpura. A partir do século XVII o cultivo do vegetal passou a contemplar outras variedades de cenoura, principalmente nos países localizados no oriente médio e no Afeganistão.

Registros dos países baixos, como pinturas do século XVII, mostram cenouras de cores brancas. A partir do século XVIII, pinturas holandesas começaram a retratar a cenoura de cor alaranjada, variedade mais conhecida nos dias atuais. Com isso, podemos deduzir que a variedade do vegetal que conhecemos e consumimos hoje passou a ser cultivada no século XVIII.

Como diversos outros alimentos, a cenoura chegou à América pelos exploradores europeus, responsáveis pela introdução do cultivo no nosso continente. Diversos historiadores acreditam que a cenoura passou a ser popularmente cultivada no Brasil a partir da chegada da família Real, no ano de 1808, que na época fugiu de Portugal, se instalando no Rio de Janeiro.

Hoje, os maiores produtores mundiais de cenoura são a China, em primeiro lugar; a Rússia, em segundo e os Estados Unidos, em terceiro.

Propriedades da Cenoura

A cenoura é um alimento rico em vitamina A, luteína, betacaroteno, e zeaxantina, além de ser excelente fonte de potássio e cálcio. Os carotenoides, presentes na cenoura, são compostos antioxidantes que contribuem positivamente para a saúde do organismo, auxiliando este nas mais diversas funções.

Os betacarotenos, que compõe a maior parte da cenoura, são importantes para a proteção da nossa visão, principalmente a noturna. Eles também reduzem os riscos de doenças oculares que costumam se desenvolver com o avanço da idade, como a catarata senil e a degeneração macular.

O consumo de cenoura também é importante para a redução do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Indivíduos que consomem pelo menos uma porção do vegetal diariamente apresentam 60% menos riscos de sofrerem infarto do que aqueles que não consomem.

A raiz ainda ocupa o segundo degrau da pirâmide alimentar, dividindo espaço com outros grupos de frutas, legumes e verduras. O consumo recomendado de verduras, legumes e frutas é de três porções diárias de cada um dos três.

Variedades de Cenoura

A cenoura convencional (alaranjada) é a mais consumida. Entretanto, há uma variedade conhecida como “baby cenoura” que tem se popularizado. As cenouras “baby” geralmente são vendidas em embalagens de 300 gramas, já higienizadas, e surgiram no final da década de 80, nos Estados Unidos. Esse tipo de cenoura geralmente é consumido como um petisco natural e saudável.

No mercado há marcas que comercializam tanto as verdadeiras cenouras “baby”, como também marcas que vendem cenourinhas que não são as cenouras “baby”, e sim a variedade de cenoura comum, mas cortada de uma forma que imita um pequeno legume.

A melhor época do ano para se consumir cenouras de melhor qualidade e menor preço são os meses de julho à outubro. Para você saber se o vegetal é de boa qualidade, escolha as cenouras que apresentam raízes firmes e cores fortes. Também é importante evitar aquelas que apresentam uma pigmentação esverdeada na parte superior. A cenoura de até 20 centímetros de comprimento e 4 centímetros de diâmetro é, geralmente, a mais indicada para o consumo. As cenouras que têm tamanhos menores geralmente são muito fibrosas.

Dicas e Cuidados

É indicado que se armazene na geladeira sem cortá-la, e sim inteira. Arrancar as folhas do vegetal e colocá-lo dentro de um saquinho plástico também são cuidados que podem prolongar a conservação. Dessa forma, a cenoura pode ser armazenada por até 15 dias. A cenoura picada ou cortada também deve ser bem refrigerada, e sua duração é menor do que o legume armazenado inteiro.

A cenoura pode ser congelada por até um ano sem que perca sua consistência e seu sabor. Entretanto, você deve ferver o vegetal por cinco minutos e, em seguida, depositá-lo em uma vasilha com água e gelo. Deve-se também secar bem a cenoura, e guardá-la em um saco plástico com o mínimo de ar possível.

Lavar e escovar a cenoura antes de consumi-la é importante, para que o alimento seja bem higienizado. Se você quer descascá-la, utilize uma faca ou um descascador próprio para legumes. Para que os nutrientes e o sabor da cenoura sejam mantidos, não cozinhe-a por muito tempo.

Também é interessante não misturar o vegetal com frutas cítricas, como a laranja, o abacaxi e o limão, pois a acidez destes alimentos leva à perda da vitamina A, substância presente na cenoura em grande quantidade. As folhas da cenoura podem ser utilizadas no preparo de sopas, refogados, suflês, bolinhos e recheios de pães e tortas.

Uma receita ideal para o inverno feita à base do legume é a sopa de cenoura com mel. Com poucas calorias, essa sopa é bastante nutritiva e saborosa. Outra opção saudável com a raiz são os crudités de cenoura, que nada mais são do que palitinhos de cenoura crua, geralmente servidos com homus. Outra opção deliciosa é o popular bolo de cenoura com calda de chocolate, um verdadeiro clássico da cozinha brasileira.

Uma curiosidade a respeito da cenoura é que ela também pode ser utilizada na confecção de instrumentos musicais. É isso mesmo que você leu! Ao redor do mundo existem diversos músicos que utilizam vegetais como instrumentos. Um exemplo é a Orquestral Vegetal de Viena. Um dos vegetais utilizados como instrumentos musicais é a cenoura, que ao ter o seu miolo removido e furado, pode ser usada como flauta.

Tabela Nutricional da Cenoura

tabela_nutricional_cenoura

Tabela Nutricional da Cenoura
5 (100%) 1 voto